A maior sensação de impotência que jamais vivi…o pavor deste inimigo silencioso e cobarde…

O isolamento compulsivo… mas absolutamente essencial.

A preocupação com toda a família, em especial os mais vulneráveis, preocupação que se estende a toda a população.
A catástrofe económica e financeira sem precedentes, que iremos enfrentar e que tenho fé se possa reinventar através das nossas empresas, iniciativas pessoais e com a ajuda dos apoios do governo, que para já não são suficientes

Nesta angústia persistente, a fé num Cristo que sofre comigo e que leva ao seu colo todos os que estão doentes,sofrendo com eles…; que acompanha e dá coragem a todos os heróis que estão expostos e que com eles carrega a sua tão pesada cruz…, dá-me a esperança da vitória da vida sobre a morte nesta semana santa em que Cristo nos acompanha até à vitória final!

Penso que este período,nos deu tempo para pensarmos toda a nossa vulnerabilidade, impotência,
medo do desconhecido; terá pelo menos tido a virtude de darmos tempo àqueles para quem não tínhamos tempo ….

April 6, 2020